comercial@zinecultural.com     Fone/WhatsApp: (32)98442-2400

Comportamento de consumo dos pais e mães: as oportunidades de negócio no entretenimento para família

Será que sua empresa pode usar o entretenimento familiar para gerar mais vendas? Saiba como funciona o comportamento de consumo dos pais e mães neste Blog Zine!

A gente muda bastante durante a vida e nossas preferências acompanham essa transformação. Pare e pense um pouquinho: hoje, você compra as mesmas coisas que há 20 anos? Provavelmente, não, né? Mas esse assunto fica ainda mais interessante quando falamos do comportamento de consumo dos pais e mães.

Pode reparar: adolescentes desembolsam mais dinheiro em comida e jovens, na faixa dos 20 anos, estão dispostos a cortar gastos para investir em smartphones. Já os adultos, com filhos, separam boa parte da renda para o sustento da casa, como habitação, alimentação e transporte.

Essas mudanças inspiraram a gente a escrever este Blog Zine, que tem como foco o comportamento de consumo dos pais e mães. Nosso objetivo é mostrar as oportunidades que o entretenimento familiar pode gerar para seu negócio. Então, se você quer entender mais sobre o assunto e aproveitar para ter insights para sua empresa, continue a leitura! 

Fale com nossos consultores

O que muda no comportamento de consumo dos pais e mães?

A chegada de um bebê sempre mexe na estrutura da casa, principalmente, no caso do primeiro filho. Compras que eram comuns antes dessa fase, geralmente, perdem espaço para as relacionadas à maternidade e paternidade. Como é o caso dos smartphones, citados anteriormente como preferência dos consumidores mais jovens. 

Essa nova realidade exige que produtos como fraldas, roupinhas e comida, não faltem para a criança. Assim como o investimento em escola, transporte, lazer e brinquedos. Todos esses pontos tornam bem mais improvável a versatilidade dos gastos, já que as prioridades são outras. 

A maior parte do dinheiro das famílias brasileiras é direcionada à alimentação, transporte e habitação. Mas sabemos que não é só isso. Depois da chegada dos pequenos, é importante encontrar programas que agradem a todos.

Por isso, no próximo tópico, vamos falar um pouco mais sobre o papel da diversão no financeiro dos lares atuais. Spoiler: existe um bom dinheiro investido nisso! 

Qual o papel do entretenimento no comportamento de consumo dos pais e mães?

Antes da pandemia começar no Brasil, não faltavam peças de teatro, shows e milhares de ocasiões para sair da rotina. Depois da chegada do coronavírus, os eventos on-line se popularizaram e também passaram a fazer parte do comportamento de consumo dos pais e mães. O que antes era feito pessoalmente, hoje é mediado pela internet. E a família, procurando conviver melhor, também escolhe se conectar e aproveitar o momento. 

Podemos confirmar isso com propriedade: na nossa Pesquisa de Perfil Público, descobrimos que 53,5% dos usuários do portal do Zine, são casados. Ou seja, essas pessoas procuram a gente para conferir os eventos da região e se atualizar sobre comunicação. 

Quando falamos do mercado brasileiro, não é diferente. Existem inúmeras buscas no Google sobre como melhorar a convivência no período atual. A resposta dos especialistas é a mesma: além de uma rotina organizada, é importante se aproximar e curtir juntos. 

Nós, aqui do Zine, também resolvemos acompanhar essa tendência. Por isso, produzimos conteúdos que facilitem a convivência da família e o entretenimento é uma das opções. Além disso, temos um grupo no WhatsApp com mais de 700 membros, onde enviamos dicas semanalmente.

Uma pesquisa realizada pelo SPC (Serviço de Proteção ao Crédito), traz outros dados que agregam ao tema. Segundo a empresa, nossa população costuma gastar cerca de R$ 500 ao ano em diversão. E um ponto bem importante: a compra de ingressos ficou em segundo lugar. 

Bom, já vimos que o comportamento de consumo dos pais e mães envolve o entretenimento. E, provavelmente, você também já percebeu que pode gerar oportunidades de vendas a partir dele, certo? 

Para você começar com o pé direito, separamos algumas dicas fáceis de colocar em prática. As respostas estão logo abaixo!

Fale com nossos consultores

E agora, como faço para minha empresa atingir esse público?

Para dar início, é preciso saber onde e como criar uma ligação entre a sua empresa e o cliente. O Zine pode te ajudar (e muito!) no caso do primeiro ponto: o onde. Entre janeiro e outubro de 2020, tivemos mais de 2,5 milhões de usuários acessando o nosso portal

Como já comentamos, 53,5% deles são casados. Então, grande parte das famílias de Juiz de Fora e região costuma ver no Zine, uma ótima solução para se atualizar e encontrar lazer. Por isso, somos o lugar ideal para anunciar seus produtos e serviços. 

Outra informação essencial é que as pessoas que acessam o site não procuram apenas por entretenimento. O comportamento de consumo dos pais e mães que frequentam o Zine, revela, também, interesse por notícias, negócios, comida e saúde. Você já consegue enxergar a quantidade de oportunidades que podem ser geradas? A gente, sim! 

Agora, no caso do “como”, você deve levar em consideração a linguagem da empresa e do público. Um bom exemplo é uma pesquisa que o Google realizou há alguns anos. Ela mostrou que as novas mães querem mais do que comerciais emocionantes para escolher um produto. Atualmente, o desejo é enxergar a maternidade de forma real. Além disso, a maioria das mães não se lembra das marcas, principalmente, pelas propagandas genéricas apresentadas. 

Então, como você já sabe onde e como fazer, é hora de começar! Entenda a melhor forma de abordar seu público e entre em contato com o Zine para conversarmos sobre os anúncios que podemos fazer juntos. Nossos 2,5 milhões de usuários estão só esperando para conhecer sua empresa! Para falar com a gente é só clicar aqui. Até mais!

Fale com nossos consultores